DEPOIMENTOS

Se você é paciente, cuidador ou profissional de saúde, deixe aqui seu depoimento...

...e ajude outras pessoas que estão passando por situações parecidas mostrando que elas não estão sozinhas!

Não podemos desistir. Deus está no controle!

Kelly C. B.

Na minha segunda gravidez, quando estava com 3 meses, apareceu um caroço no meu abdômen. Fui a dermatologista, e ela falou que era devido ao crescimento da barriga, quando meu bebê nasceu (prematuro) fui novamente a dermatologista pois sentia o caroço crescer e doía, ela me encaminhou para cirurgia plástica, passei na consulta, e a cirurgiã falou que não era nada de mais e marcou a retirada do tal caroço. Fiz a cirurgia com anestesia local, no consultório. Na hora que ela abriu, falou que não era o que ela pensava, e mandou para biópsia e depois imuno histoquímico, que deu positivo para tumor desmoide. Desde então faço acompanhamento com oncologista, sinto dores locais, estou passando com cirurgião, talvez irei fazer outra cirurgia para ampliar as margens, mas sigo confiante e tenho fé em Deus que logo estarei totalmente curada, tenho uma vida normal, faço acompanhamento a cada 2 meses.

São Vicente

Descobri meu câncer na cadeira do dentista!

Monica A. F.

Tudo começou quando eu senti algo estranho na boca, passava a língua no lábio superior e havia umas bolinhas que, de vez em quando estavam grandes, depois pequenas, e se movimentavam.

 

Conversei com a minha sobrinha que é dentista e ela disse que provavelmente era uma glândula salivar entupida, mas se estava incomodando era melhor tirar. Foi quando o cirurgião-dentista fez a retirada das bolinhas e preferiu fazer uma análise. E, para o espanto de todos, era um câncer de glândula salivar, um adenocarcinoma, como me explicaram

Fui encaminhada a um médico de cabeça e pescoço que pediu todos os exames, e marcou a cirurgia para retirar um pedaço maior dessa região e ver se não havia mais células malignas. Hoje, faço acompanhamento com o cirurgião de cabeça e pescoço e o dentista. O fato de ter tido o diagnóstico do câncer precocemente, me ajudou bastante a não ter que passar por quimio ou radioterapia. O dentista me ajudou muito, pois se não tivesse retirado as bolinhas, não teria descoberto há tempo de ter um tratamento de câncer tranquilo.

São Paulo

Temos médicos que salvam vidas

L.Y.I

Bem gostaria de deixar a minha marca aqui para que fique de alerta a todos que não fazem da vida um prazer.

Tive uma grande discussão com a minha esposa por causa de nosso plano de saúde o qual nunca usei, então decidi usar para descobrir o que acontecia comigo, por causa de um refluxo que geralmente me dava a noite e de uma azia que os antiácidos não faziam mais efeito.

Fui em uma clinica e fiz uma endoscopia só para ver o que eu tinha, depois de uma semana voltei a clinica sozinho porque pensei que não seria nada de mais e tinha o dia todo corrido porque trabalhava todos os dias das 7h às 21h, inclusive de sábado e domingo, vocês acreditam?

Bem voltando a clínica descobri que eu não estava nada bem e quando o médico olhou meus exames e junto com ele tinha mais dois médicos um oncologista e um cirurgião daí fiquei preocupado e disse apenas: - É grave doutor?

 

Bem a resposta foi a mais terrível possível: Muito grave, olhamos sua endoscopia e você tem um câncer em um estado muito avançado, achamos que não vale mais a pena fazer cirurgia, por isso aproveite os seus últimos dias de vida, lhe damos mais ou menos 3 meses de vida.

 

Poxa o meu chão caiu,saí da clínica tonto nem me lembro se eu cumprimentei os médicos ou se apenas levantei e saí. Tentei voltar para a casa e só pensava em minhas filhas e minha esposa, se eu iria contar ou apenas iria lutar sozinho, mas acho que uma força maior fez com que eu encontrasse com meu tio nesse mesmo dia e ele deixou comigo o nome de um médico que iria me salvar.

 

Ainda liguei para o meu irmão para lhe falar e perguntar como iria falar sobre o meu estado aos meus pais, vocês não sabem como foi difícil falar sobre isso com todos, mas enfrentei.

 

Hoje, após 4 meses da cirurgia, vejo a vida com outros olhos e sei que vou melhorar, ainda faço os tratamentos de quimioterapia e radioterapia, mas sei que vou ver as minhas filhas crescerem, e eu vou poder dar conselhos e muito carinho para elas.

Esse depoimento é para agradecer a alguns médicos que fazem da medicina uma arte. 

São Paulo

Gostaria de trocar experiência com outros pacientes com câncer de olho

Junia D.

Descobrir que estava com câncer, em fevereiro de 2016 e foi um susto grande.

 

De lá pra cá já fui submetida a três cirurgias. Uma delas, tive que fazer a retirada do meu olho direito, pois era um carcinoma adenóide cístico de glândula lacrimal.

 

Agora vou começar as sessões de radioterapia e a cada dia vou superando essa doença e creio totalmente na minha cura. Gostaria de trocar informações com pessoas que talvez estejam passando por isso.

Londrina

1 / 4

Please reload

 
 

Lançamento da Campanha na Câmara dos Deputados

Paciente de câncer raro e mãe falam sobre a campanha

Depoimento Alzir - paciente câncer raro de nasolaringe 

Julia Souto - O câncer pode ser raro. A esperança, não.

Dr. Natan Monsores fala sobre os desafios dos pacientes com câncer raro

Campanha criada por  Colabore com o Futuro

www.colaborecomofuturo.com

facebook.com/colaborecomofuturo